_____________________________________Adicione aos favoritos _______________________________________________________________________ Clique aqui ! . . . . . . . . . . . . . .

NOTÍCIAS DA TV - 20 Dez

Por @bysilver_br .
Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 30 Nov

Por @bysilver_br .

Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 19 N0V

Por @bysilver_br .

Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 11 Nov

Por @bysilver_br .

Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 05 Nov

Por @bysilver_br .
Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 22 Out

@bysilver_br .

Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 09 Out

Por @bysilver_br .
Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 30 SET

Por @bysilver_br .
Confira o índice:

NOTÍCIAS DA TV - 25 Set

Por @bysilver_br .

< Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO >


Globo derruba próxima novela das 21h


"Sagrada Família", de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, não vai mais substituir "A Regra do Jogo" na Globo. A decisão já está tomada e a equipe envolvida na sua produção será imediatamente deslocada para outros projetos da emissora.

Ainda não se pode afirmar qual novela irá ocupar o seu lugar. Mas, se o desejo da direção da emissora vier a prevalecer, o escolhido será Benedito Ruy Barbosa, com a sua filha Edmara e o neto Bruno, com "O Velho Chico", uma trama que se desenvolve às margens do São Francisco e trata da transposição do rio e conflitos de fazendeiros da região.

Uma conversa definitiva sobre o assunto, entre o Benedito e a direção da Globo, deverá acontecer entre hoje e amanhã.

Para todos os efeitos, "O Velho Chico" seria uma novela para o horário das 18h e já tem cerca de 20 capítulos escritos.

Nesta quinta, a Comunicação da Globo confirmou a informação, dizendo que o diretor de dramaturgia diária, Silvio de Abreu, responsável pela estratégia, fez a mudança ao estudar as melhores datas para exibição de seus conteúdos em 2016.

"Desde que comecei esse novo trabalho, um dos meus objetivos é gerar um portfólio amplo de histórias. Tenho hoje cerca de 15 novelas sendo escritas. Isso facilita muito o planejamento de exibição. Posso ajustar temas e horários com muito mais flexibilidade, de acordo com o que for mais adequado para a grade", conta Silvio.

Foi esta visão que levou o diretor de gênero a estudar o replanejamento do horário das nove. "A novela da Maria Adelaide é muito boa e traz uma trama política que poderia ficar prejudicada por causa das eleições do ano que vem. Como o Brasil tem uma legislação eleitoral muito rígida, a partir do início de junho teríamos que eliminar essa trama da novela, porque entraríamos no período em que não se pode falar de política. Achei que seria um desperdício fazer isso. Como temos tantas alternativas em pré-produção, decidi adiar a estreia da Adelaide para depois do período eleitoral e colocar outra novela em março. Estou estudando algumas possibilidades e devo decidir a substituição na semana que vem", conta o executivo.

A Comunicação da emissora esclarece que "todas as novelas que já estão em pré-produção continuam em desenvolvimento e as escalações estão mantidas".

Fonte: Flávio Ricco


Maria Adelaide comemora adiamento de sua novela


A decisão de adiar a realização da novela que iria substituir “A Regra do Jogo”, programada para estrear em março de 2016, foi festejada pela autora, Maria Adelaide Amaral. “Para nós foi um grande ganho”, disse ao blog.

No comunicado que enviou, a Globo informa que a novela de Maria Adelaide e Vincent Vilari foi suspensa por causa de sua temática política. “Como o Brasil tem uma legislação eleitoral muito rígida, a partir do início de junho teríamos que eliminar essa trama da novela, porque entraríamos no período em que não se pode falar de política”, diz Silvio de Abreu no comunicado.

Maria Adelaide confirma. “Estávamos muito desapontados com o fato de termos que abortar em junho (por causa da legislação eleitoral) a nossa trama política e com ela personagens imperdíveis como o senador Cesar Venturini e o deputado Arlindo Nacib”, diz.

Questionei a autora se esta trama não estava prevista na sinopse aprovada previamente pela Globo. A sua resposta: “Na verdade, nenhum de nós podia imaginar que a trama política ficasse tão importante e, desculpe, irresistível. E, claro, a Operação Lava-Jato contribuiu para isso”, diz Maria Adelaide.

A autora lembra, ainda, que a sinopse “é apenas um ponto de partida”. E acrescenta: “À medida que os capítulos vão sendo escritos, personagens crescem e se revelam e nos apontam caminhos inimagináveis e, até então, desconhecidos. Isso faz parte do processo e é a parte mais fascinante dele, fique certo. Já estava praticamente vestindo luto por ter que me despedir dessas criaturas por volta do capítulo 60”.

Fonte: UOL


Globo cria estratégia para "Verdades" e irrita o público


 Em sua última semana de exibição e tendo altíssima repercussão nas redes sociais, a novela "Verdades Secretas" sofreu com uma estratégia da Globo bastante criticada na web.

É que no capítulo desta terça-feira (22), a emissora optou por exibir a trama de Walcyr Carrasco em algumas localidades com certo adiantamento em relação a outras regiões.

A exibição para São Paulo estava cerca de 10 minutos adiantada sobre outras cidades, cujo sinal vinha da cabeça de rede, no Rio de Janeiro. Com isso, quem comentava o folhetim pelas redes sociais se deparou com alguns spoilers sobre o que acontecia, o que gerou muita chateação.

Muitos pediram que a Globo exiba a trama igualmente em seus dois últimos capítulos, para que não haja surpresas desagradáveis.

Vale ressaltar que esta não é a primeira vez que a Globo divide a rede, exibindo um capítulo de novela para cada lugar. Nos últimos tempos, visando privilegiar a audiência em São Paulo, a emissora já fez isso com várias tramas e programas de sua grade, adiantando a exibição apenas para a capital paulista. No entanto, com as redes sociais e comentários em tempo real, o fato acabou ganhando contornos negativos.

Procurada, a Central Globo de Comunicação confirmou a estratégia: "pontualmente, adotamos estratégias de programação diferentes entre as praças".

Fonte: Na Telinha


Globo antecipa discussão de "A Regra do Jogo"


A novela "A Regra do Jogo", que estreou no último dia 31 de agosto, não decolou no Ibope até o momento. O folhetim do mesmo autor de "Avenida Brasil", como a Globo fez questão de frisar, vem passando por maus bocados contra "Os Dez Mandamentos", da Record.

Com os índices apresentados, a rede carioca resolveu antecipar o grupo de discussão da trama, segundo a colunista Keila Jimenez. Esta é uma exceção, já que os grupos são realizados pelo menos um mês após a estreia.

A Globo resolveu antecipar porque a novela simplesmente não consegue reagir no Ibope. A direção do canal tinha a esperança de que "A Regra do Jogo" recuperaria os índices e pudesse respirar de maneira mais tranquila.

Um possível encurtamento de "A Regra do Jogo" já é cogitado e pode terminar dois meses antes do previsto, para dar lugar a novela de Maria Adelaide Amaral, que havia sido batizada de "Sagrada Família", mas um novo título está sendo definido.

"A Regra do Jogo" bateu recorde negativo na última quarta-feira (16): 21 pontos. Na quinta, no confronto entre as duas novelas, a Globo levou a pior: 20 pontos a 21, algo histórico e inédito.

Fonte: Na Telinha


Próxima novela das 23h irá estrear em abril


 A próxima novela das 23h da Globo, com o título provisório de "Joaquina", estreará mais cedo que o habitual na emissora.

"Verdades Secretas", por exemplo, estreou em junho. Já "Joaquina", escrita por Márcia Prates e tendo como protagonista a atriz Andreia Horta, começará em abril, junto com a nova programação da Globo, de acordo com a coluna Canal 1.

Tudo isso porque, no meio do ano que vem, as atenções estarão voltadas para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, que serão disputadas entre os dias 5 e 21 de agosto.

A história da nova novela vai tratar da única filha de Tiradentes e será o primeiro trabalho solo da autora no canal carioca.

Ela terá o árduo trabalho de manter a boa audiência, grande repercussão e elogios de "Verdades Secretas", que chega ao fim nesta próxima sexta-feira (25).

Fonte: Na Telinha


"Verdades Secretas" bate recordes de audiência


Os últimos capítulos de "Verdades Secretas" tem registrado altos índices de audiência na Globo.

Nesta segunda-feira (21), a trama escrita por Walcyr Carrasco cravou 27 pontos de média, quebrando o recorde anterior, que era de 26 pontos, pontuação feita em duas ocasiões.

No horário, o SBT registrou 10 pontos e a Record teve 7.

O folhetim tem apenas mais três capítulos a serem transmitidos e a Globo promete para sexta-feira (25) um capítulo especial de 70 minutos, adentrando a madrugada.

O desfecho é cercado de mistérios com vários finais sendo gravados para despistar a imprensa e causando incertezas até nos próprios atores.

Walcyr Carrasco já trabalha em sua próxima produção, "Candinho", que sucederá "Além do Tempo" no horário das 18h em janeiro de 2016.

Camila Queiroz, a protagonista de "Verdades Secretas", voltará a fazer parceria com o autor.

Fonte: Na Telinha


Mauro Mendonça F. define seu próximo trabalho


Extremamente bem elogiado pelo seu trabalho em "Verdades Secretas", o diretor Mauro Mendonça Filho já sabe qual será o seu próximo trabalho após o fim da novela.

Segundo informações da coluna Outro Canal, Mauro irá se dedicar à nova série de Alexandre Machado e Fernanda Young, "A Advogada do Diabo", que será lançada em 2016.

O diretor conta que queria voltar a fazer comédia e antecipa: “Haverá mesmo um personagem que é o diabo”.

Em tempo - Em recente entrevista, Mauro Mendonça Filho avaliou "Verdades Secretas": "Tivemos retorno bom de crítica, audiência. Passamos ao largo de qualquer moralismo. A novela ao mesmo tempo que é amoral é moralista. Sendo honesto, a questão de moralidade que teve em 'Babilônia' ajudou".

Ele então explicou a citação à última trama das nove, que sofreu com críticas pelas suas histórias pesadas e foi um fracasso. "Todo mundo achou que estávamos em tempos mais liberais. Aí vimos que era ‘opa, peraí’. Careta adora um pecado, sacou? Pensamos: vamos fazer o que é proibido, porque aí pode. Talvez no início nossa visão fosse menos moralista. E o maior público é conservador", bradou.

"Verdades Secretas" chega ao fim na próxima sexta (25), sendo um grande sucesso de público e crítica.

Fonte: Na Telinha


Lauro César Muniz prepara novela para as 21h


 Depois de oito anos longe da Globo, o autor Lauro César Muniz volta não só para escrever uma minissérie sobre Carlos Gomes, um antigo projeto seu, mas também para ter a grande responsabilidade de escrever um folhetim para o horário das 21h.

Segundo publicação do jornal O Globo, ele voltou a integrar o exclusivo time dos autores do horário nobre da Globo, como João Emanuel Carneiro, Gilberto Braga, Manoel Carlos (que não deve mais fazer novelas) e Aguinaldo Silva, por exemplo.

Sua última novela na Globo foi "Zazá", que terminou em 1998 e era exibida às 19h. Sem espaço, foi para a Record onde escreveu "Cidadão Brasileiro" (2006), "Poder Paralelo" (2009-2010) e "Máscaras", seu último trabalho no canal dos bispos, onde teve uma baixíssima audiência.

Apesar disso, o autor é prestigiado por Silvio de Abreu. Os dois são amigos há muitos anos, e Silvio ocupa o cargo da Direção de Teledramaturgia da emissora.

Ainda não uma previsão para que a nova novela de Lauro César Muniz vá ao ar.

Fonte: Na Telinha


Gabriela Spanic, a Usurpadora, é demitida no México


A eterna "Usurpadora" Gabriela Spanic foi pega de surpresa esta semana no México. Ela recebeu a notícia de que havia sido demitida da TV Azteca.

Na emissora desde 2011, ela protagonizou o sucesso "Emperatriz" e ainda atuou em "La Otra Cara Del Alma" e no ano passado esteve em "Siempre Tuya Acapulco".

No entanto, a relação entre atriz e emissora vinha sofrendo desgaste, a ponto de ela sequer poder entrar nas instalações da TV Azteca, de acordo com a imprensa mexicana.

 De todo modo, seu vínculo com o canal venceria apenas em dezembro de 2015, mas um dos motivos da antecipação de sua saída é sua personalidade difícil.

Os problemas começaram com o programa "Baila si Puedes" (em uma tradução adaptada, "Dance se Conseguir"), de onde ela saiu em maio porque não estava de acordo com nada.

Além disso, numa disputa com a atriz Mayra Sierra para ver quem seguia na competição, Spanic explodiu com as críticas do jurados e bradou: "como uma dama, eu te cedo meu lugar", abandonando o reality.

O fato espantou os executivos da TV Azteca.

Atualmente, Gaby Spanic está em cartaz no SBT com a novela "Dona", diariamente exibida a partir das 17h30.

"A Usurpadora", seu maior sucesso, foi transmitido seis vezes no Brasil.

Fonte: Na Telinha


"Escrava Mãe" pode estrear em novembro


 A próxima novela da Record, "Escrava Mãe", já está sendo produzida a todo vapor no interior de São Paulo, mais precisamente em Paulínia, sob os cuidados da Casablanca.

Com estreia prevista para novembro, seu adiamento chegou a ser cogitado, mas de acordo com o jornal O Globo, ela deve realmente estrear como previsto inicialmente, mas com uma diferença: indo ao ar mais cedo, antes de "Os Dez Mandamentos".

Com isso, as duas dividiriam horário até meados de janeiro ou fevereiro, quando a Record lançaria "Josué".

A previsão é que as gravações de "Os Dez Mandamentos" terminem no final de dezembro, já que o contrato de todo o elenco foi renovado por este período.

Tudo isso por conta da alta audiência da trama bíblica, que vem dando muito trabalho para a Globo, com médias de até 20 pontos na Grande SP.

Fonte: Na Telinha


'Baby boom' em SP provoca corrida de apresentadoras


Com duas apresentadoras titulares grávidas e uma substituta em licença-maternidade, o jornalismo da Globo de São Paulo está em polvorosa. A pergunta que não quer calar nos bastidores da emissora é: quem substituirão Glória Vanique, do Bom Dia São Paulo, e Mariana Ferrão, do Bem Estar, quando elas tiverem filhos? As vagas são cobiçadas porque virar apresentadora substituta pode ser uma oportunidade única na carreira de repórteres que almejam as bancadas de telejornais.

A repórter Jacqueline Brazil já é dada como certa no lugar de Glória Vanique. É ela quem substitiu a titular nas suas ausências. Flávia Freire, que deu à luz Matheus há duas semanas, seria a substituta natural de Mariana Ferrão. Ela já fez isso em 2013, na primeira licença-maternidade da apresentadora do Bem Estar. A dúvida na Globo é se dará tempo de Flávia voltar antes de Mariana sair. Se ela não voltar a tempo, a emissora terá que escalar alguém para a vaga.

Outra questão que atormenta os fofoqueiros de plantão na Berrini (como é chamada a avenida em que a Globo paulista fica) é: quem ficará no lugar de Rodrigo Bocardi quando ele estiver de férias, de folga no final do ano ou tiver que cobrir Chico Pinheiro no Bom Dia Brasil, já que Glória Vanique passará os últimos meses de 2015 e os primeiros de 2016 cuidando de seu bebê?

A "bolsa de apostas" aponta para Izabella Camargo no Bom Dia São Paulo. Mas ela também é a primeira substituta de Monalisa Perrone no Hora 1. E Monalisa deve folgar uns dias na virada de ano. Se Izabella for para o Bom Dia, a Globo testaria Tiago Scheuer, recém-promovido a moço do tempo matinal, no Hora 1? Traria Flávia Alvarenga de Brasília para cobrir Monalisa? Ou convocaria Michelle Barros, que acaba de estrear como substituta no SP TV 2ª Edição?

Titular do SP TV 1ª Edição, César Tralli é um nome que atropela todos os citados no parágrafo anterior. Ele não se incomoda em acumular o jornal das 6h (Bom Dia São Paulo), o das 7h30 (o bloco paulista do Bom Dia Brasil) e o das 12h (o SP TV). Mas ocorre que Carlos Tramontina, titular do SP TV 2ª Edição, também folga, tira férias e eventualmente fica doente. E César Tralli é seu substituto natural. A Globo não deixaria o namorado de Ticiane Pinheiro aparecer às 6h, às 7h30, às 12h e às 19h15 no mesmo dia. Então, inevitavelmente, poderá sobrar espaço para novos apresentadores no Bom Dia São Paulo.

Para a vaga de Marina Ferrão no Bem Estar, caso Flávia Freire não a substitua, um nome dado como provável nas rodas de especulações é o da repórter Ana Brito, repórter do programa. Mas tem gente apostando também em Sabina Simonato (igualmente repórter do Bem Estar) e até em Maria Julia Coutinho, a Maju, ao lado de Fernando Rocha.



Fonte: UOL


Ana Luiza Guimarães está internada em SP


Fora desde o início deste mês de setembro da apresentação do "RJTV - 2ª Edição", de onde é titular, a jornalista Ana Luiza Guimarães está internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A âncora está internada devido a uma cirurgia que teve que fazer. Segundo informações divulgadas pela própria em suas redes sociais, o pior já teria passado e ela está em plena recuperação. O motivo da operação não foi revelado.

Ana não apresenta o "RJTV - 2ª Edição" desde o dia 4 de setembro, sendo substituída pela jornalista Renata Capucci.

Ana Luiza Guimarães tem 48 anos e está na titularidade do telejornal local da Globo Rio exibido em horário nobre desde junho de 2013, quando mudanças acabaram ocorrendo em todos os telejornais da emissora carioca.

Na Globo, a jornalista está desde os anos 90, onde já teve várias funções: foi correspondente em Londres e ficou por oito anos na apresentação e editoria do "Bom Dia Rio". Além disso, não raramente, apresenta o "Bom Dia Brasil" no lugar de Ana Paula Araújo, titular da atração.

Atualmente, o "RJTV - 2ª Edição" marca médias entre 25 e 30 pontos na Grande Rio de Janeiro e Baixada Fluminense.

Fonte: Na Telinha


Angélica completa 19 anos de Globo


Apresentadora, que estreou na Rede Globo em 1996, recebeu muitas mensagens de fãs em sua foto: 'Adorava a Fada Bela'

Angélica tem muitos motivos para comemorar esta terça-feira. Há 19 anos atrás, ela estreava na Rede Globo e levou seu seguidores ao delírio ao postar uma montagem para celebrar o momento. "Ai, meu coração.... Há 19 anos começava uma fase mágica na minha vida... Fiz amigos! Aprendi muito e sou muito feliz aqui! Obrigada, Rede Globo! E, principalmente, obrigada, meus amigos fãs de tantos anos e emoções", escreveu a apresentadora, que ficou emocionada com bebê batizado com seu nome após nascer em táxi.

"Eu era viciada na Fada Bela", comentou uma fã. "Minha infância inteira foi assistindo a Angélica. Mandei até cartinha na época da Fada Bela", relembrou outro seguidor sobre a personagem que a artista reviveu no especial de 50 anos da Globo. Houve espaço para comentários ainda mais nostálgicos. "Primeiro passava a 'A Casa da Angélica', logo em seguida o 'Passa ou Repassa' e por último o 'TV Animal'. Saudades desse tempo", declarou outro seguidor.

A mãe de Joaquim, 10 anos, Benício, 7 e da pequena Eva, de 2 aninhos, chegou na TV Globo em 1996, com o programa "Angel Mix", após sua estadia no SBT, e desde então não parou mais. Ela se despediu do público infantil com "Bambuluá", entre 2000 e 2001, e cativou o público com o reality "Fama", o quadro "Vídeo Game" e o atual "Estrelas".

Angélica celebra 'Dia do Ciclista' de forma especial

No último dia 19, Angélica brindou seus fãs com um vídeo em que anda de bicicleta e canta sua música. "Vou de bike, 'cê' sabe...", cantarolou Angélica, aos risos, fazendo uma paródia do seu hit musical "Vou de táxi". Na legenda, a loira escreveu: "Pedalar é bom demais! Feliz Dia do Ciclista para todo mundo".

Apesar de não lançar um álbum desde 2001, a artista adora mostrar seu lado musical nas redes sociais. No Snapchat, a mulher de Luciano Huck já cantarolou o sucesso "Let it Go", do filme infantil "Frozen", da Disney. "Não sei bem como funciona", admitiu a apresentadora, que ainda era novata no aplicativo.

Fonte: MSN


Bruna Marquezine tem novo projeto na Globo


 A atriz Bruna Marquezine, atualmente em cartaz na novela "I Love Paraisópolis", já está reservada para um próximo trabalho na Globo.

Trata-se de uma série sobre a história da televisão que a emissora prepara e vem sendo escrita por Guel Arraes, Jorge Furtado, e João Falcão. Com informações do jornal O Globo.

Bruna interpretará uma atriz na trama, com um enredo que começa em 1956 e irá até o ano de 1960, contando a história da fundação de uma rádio e de um canal de televisão.

A Globo tirou o projeto da gaveta em maio, com o título provisório de "O País do Futuro".

A direção será de José Luiz Villamarim e não tem previsão de estreia.

Fonte: Na Telinha


Betti e Giardini voltam a atuar juntos


 Paulo Betti e Eliane Giardini foram casados por 24 anos e tiveram duas filhas -Juliana e Mariana. Apesar do fim da união, o ator garante que eles seguem amigos. A prova é que ele convidou a ex para atuar em seu lado no filme 'A Fera na Selva' - Paulo dirige e atua na produção."Talvez para alguns ex-casais seja delicado trabalhar junto, mas não deveria. Nunca perdemos o contato e isso não é tão utópico assim, muitos casais continuam se respeitando e se vendo depois que o casamento termina", disse ele em recente entrevista para a coluna.

As filmagens acontecem em Salto, interior de São Paulo e no filme fala da questão do tempo presente. É uma história de amor incompreendida, já que o protagonista (Paulo) passa a vida esperando por algum acontecimento extraordinário, que justificará sua existência.

Quando ainda eram casados, os atores dividiram os palcos no espetáculo com a mesma história, também intitulado 'A Fera na Selva”, baseado na obra homônima do escritor norte-americano, naturalizado britânico, Henry James. Vinte anos depois, bem mais vividos e maduros, tanto no âmbito pessoal quanto profissional, eles voltam a contracenar juntos a mesma história, agora compartilhando sets de cinema. "E ainda vamos dar expediente juntos na direção e na adaptação do filme", afirma ele.

Fonte: Época


Excesso de realismo pode ter derrubado novelas das 9


Nesta quinta-feira (24/09), a Globo deu mais uma cartada na tentativa de tentar estancar a crise que tomou conta de seu prime-time (entenda a novela das 9). Frente à baixa aceitação de “A Regra do Jogo” (lançada há quase um mês) – refletida no Ibope aquém do esperado, que a faz perder para a concorrente “Os Dez Mandamentos”, da Record -, Silvio de Abreu, o atual todo-poderoso da dramaturgia da emissora carioca, derrubou a atração substituta: não será mais a novela que vinha sendo escrita pela dupla Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari (que tinha o título provisório de “Sagrada Família”).

Silvio avaliou que essa próxima atração, com uma temática realista envolvendo uma família com tradição política, não caberia bem em pleno período de eleições, no ano que vem. Cogita-se que a mais forte candidata seja uma trama rural que Benedito Ruy Barbosa tem reservada há anos: “Velho Chico”, ambientada às margens do Rio São Francisco.

Muito se tem especulado sobre os motivos que levam o público a ainda não ter embarcado na história de João Emanuel Carneiro. Avaliada como uma boa trama, com potencial, bem escrita, em uma produção e elenco de primeira, “A Regra do Jogo” parece seguir a mesma linha da novela anterior, “Babilônia”, que naufragou na audiência, teve sua trama modificada na tentativa de ajustar-se ao gosto do público, e terminou desfigurada e com baixo Ibope.

As duas são histórias realistas, que se passam no Rio de Janeiro, tendo comunidades como um dos cenários principais, uma boa dose de violência e tramas fortes. Mas parece que o público não anda muito interessado em realismo e violência na televisão, neste horário, uma vez que a realidade já dói demais nos noticiários, diante da forte crise econômica e política pela qual passamos. Uma das maiores reclamações é a repetição de ambientação (favela + Rio de Janeiro) e temáticas (realidade + violência urbana).

Isso é sinalizado através da boa recepção de “Os Dez Mandamentos”, uma obra com forte carga fantasiosa, de época, muito distante da realidade do brasileiro contemporâneo. Em menor escala, também é percebido através da boa recepção da novela das seis da Globo, “Além do Tempo”, um folhetim rasgado, de época, com um “toque sobrenatural”. Ainda: o sucesso recente da reprise vespertina de “O Rei do Gado”, de Benedito Ruy Barbosa, novela de temática rural – ainda que levantasse questões sociais pertinentes, como a reforma agrária.

Faz muito tempo que a Globo não exibe um respiro de surrealismo em seu principal horário de novelas. Na década de 1990, foram 10 novelas das oito que se passavam no Rio de Janeiro ou São Paulo contemporâneos, contra 7 produções que fugiam desse universo realista: de época (“Terra Nostra”, de Benedito), de ambientação rural (“Renascer” e “O Rei do Gado”, de Benedito), ou em cidades fictícias no interior com surrealismo (“O Fim do Mundo” de Dias Gomes, e “Pedra Sobre Pedra”, “Fera Ferida” e “A Indomada”, de Aguinaldo Silva).

Com a decisão de Aguinaldo de não mais escrever histórias interioranas, e os problemas de saúde de Benedito, esse número caiu para 2 na década seguinte: “Porto dos Milagres”, de Aguinaldo, e “Esperança”, de Benedito. Glória Perez ainda contribuiu com suas histórias com boa dose de fantasia (ainda que calcadas no realismo) em países exóticos (“O Clone” e “Caminho das Índias”). Em resumo, as últimas vezes que a fuga da realidade esteve no horário das nove da Globo foram em “Porto dos Milagres”, em 2001, e em “Esperança”, em 2002. Com Glória, “Caminho das Índias”, em 2009, e, mais recentemente, “Salve Jorge”, em 2012-2013.

A fuga da realidade não garante o sucesso: a baixa repercussão de “Esperança”, uma história de época, em 2002, afastou Benedito (com problemas de saúde) do horário nobre por mais de dez anos. Agora é a chance de termos novamente seu texto sensível e escapista que no passado já abalou a hegemonia da Globo: lembra do Velho do Rio e da moça que virava onça em “Pantanal”, da TV Manchete, em 1990? Afinal, o escapismo da realidade é um dos alicerces do folhetim.

Fonte: UOL

______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento:
Arte Final Gráfica (62) 3225-2847
Goiânia Hostel – Albergue – www.goianiahostel.com

-
 
____________________________________________________________