_____________________________________Adicione aos favoritos _______________________________________________________________________ Clique aqui ! . . . . . . . . . . . . . .

Por que apoiar a causa dos homossexuais

Nos últimos tempos, quanto mais a causa homossexual avança, ganhando apoio popular, da mídia e até mesmo alguns tímidos projetos na esfera governamental, aumenta a reação contrária a esse avanço. Prova disso é a frequência com que crimes de homofobia vêm ganhando as páginas e as telas do noticiário policial. A internet, território livre, onde cada um possa se expressar livremente, também tem sido usada em larga escala, tanto a favor quanto contra.

A liberdade de expressão é uma conquista da democracia. Cada um pode ter a opinião que quiser. Entretanto, esse artigo procura se basear nas leis do país e em números levantados por ONGs do setor.

Por acaso você, leitor, já ouviu dizer que alguém foi espancado e assassinado pelo simples fato de ser negro, deficiente ou idoso?

Certamente que não. 

Pois bem, preste atenção nos números abaixo. Eles foram levantados pelo Grupo Gay da Bahia e levam em conta apenas estatísticas oficiais da polícia, mas suspeita-se que esses números sejam muito maiores.

 - Somente no ano passado, mais de 250 homossexuais foram assassinados no Brasil pelo simples fato de serem homossexuais.

- A cada 2 dias um rapaz  é expulso de casa porque a família descobre sua condição homossexual.

- A cada 2 dias uma lésbica é estuprada porque um idiota machista acredita que ela não gosta de homem é porque nunca experimentou um.

- A cada 2 dias uma travesti é espancada violentamente porque está se prostituindo (simplesmente porque ela não consegue passar mais de 1 semana numa escola para se preparar para a vida e sua única opção é a prostituição)

Agora eu pergunto:

Se um filho seu se enquadrasse em um dos casos acima SERÁ QUE VOCÊ DEFENDERIA A HOMOFOBIA? 

VOCÊ NEGARIA AOS HOMOSSEXUAIS UMA LEI QUE DEFENDESSE OS SEUS DIREITOS?

Acredito que não.

Vamos avançar:

ORIENTAÇÃO SEXUAL é uma coisa que NASCE com a pessoa, NÃO É ESCOLHA, não é OPÇÃO SEXUAL. como muitos ignorantes dizem por aí. Isso é consenso entre os estudiosos da Psicologia. Não sou eu quem está inventando.

Qual a pessoa que, em sã consciência, iria escolher ser discriminado, humilhado, ser expulso de casa, apanhar na rua, ser achincalhado, debochado e até morrer por essa escolha?

Acho que ninguém seria louco pra “escolher” isso.

Dentre as várias minorias sociais e étnicas brasileiras, a maioria já tem uma lei que as defenda. Veja:

Mulheres têm a “Lei Maria da Penha”;
Crianças e Adolescentes têm o seu Estatuto;
Negros têm o “Estatuto da Igualdade Racial”;
Deficientes têm o “Estatuto do Portador de Deficiência”;
Idosos têm o “Estatuto do Idoso”;
Índios tem o “Estatuto dos Povos Indígenas”;
Os pobres atualmente têm o “Bolsa Família” que os auxilia;
A laicidade do Estado e o respeito entre as religiões está na Constituição Federal.

Qual dessas minorias não tem nenhuma lei que a defenda? Exatamente a dos HOMOSSEXUAIS, que hoje representa aproximadamente 10% da população, ou seja, quase 20 milhões de brasileiros.

Caro Leitor, VOCÊ SABIA QUE OS HOMOSSEXUAIS TÊM 78 (setenta e oito) DIREITOS QUE LHE SÃO NEGADOS UNICAMENTE POR CAUSA DE SUA ORIENTAÇÃO SEXUAL? (herança, planos de saúde, licenças, adoção de crianças, doação de sangue, união civil, etc. etc. – Numa outra oportunidade posso postar aqui a relação dos 78 direitos)

Por que na hora de pagar impostos, e cumprir com os deveres, os homossexuais são iguais aos heterossexuais, e na hora de exercer os direitos são tratados de forma diferenciada?

Se esses 78 direitos fossem tirados de você ou do seu filho, você acharia isso justo?

Acredito que não.

O projeto de Lei que pretende transformar a homofobia em crime visa somente equiparar esses crimes violentos ao crime de racismo e com isso estabelecer uma punição para os eventuais infratores.

É claro que ninguém vai ser preso por chamar o homossexual de “bicha” ou “veado”, dependendo da circunstância em que a coisa ocorrer. Isso aqui é Brasil... Pessoas que comentem crimes muito graves não pagam por eles, dá para acreditar mesmo que alguém iria para a cadeia só por chamar o outro de “bicha”? – Fala sério!

A ideia de se ter uma lei dessas não é botar mordaça em ninguém. É apenas com o passar do tempo educar a população para que respeite as diferenças, assim como acontece hoje nos países mais desenvolvidos do mundo. Claro que, no começo, alguns pagarão o preço por sua ignorância...

O foco são os crimes de morte e violência grave.

O projeto de lei da União Civil visa apenas resguardar direitos como a herança, partilha de bens entre casais do mesmo sexo, adoção, etc. Ninguém está propondo “casamento gay”, nem dizendo que homens vão entrar em igreja vestidos de noiva, etc. Isso é asneira!

Pode ser que o projeto, tal qual como esteja redigido no momento, não seja o mais adequado e não corresponda aos anseios de certos grupos da sociedade, que se julgam prejudicados. O direito existe para todos. Cabe aos nossos deputados e senadores colocarem o assunto em discussão e descobrir a melhor forma de viabilizá-lo. Afinal de contas, é pra isso que eles ganham rios do nosso dinheiro! O problema é que esse projeto já tramita lá há mais de 10 anos e nesse período mais de 3.000 pessoas morreram vítimas de violência, sem que nada fosse feito para resguardar suas vidas.

Se um filho de senador estivesse entre essas vítimas, será que fariam tanto corpo mole? Quando é para aprovar seus aumentos de 148%, deputados e senadores votam projetos da noite para o dia...

Enfim, o assunto é extenso e o debate é longo. Poderia escrever o dobro aqui. Mas, creio que o exposto acima já é o suficiente para lançar uma luz sobre o assunto.


Por que tanto ódio? Por que tanta violência?


Não seria mais fácil respeitar as diferenças e viver em harmonia?


Que o Estado tutele a quem de direito. E quem se sentir vitimizado, que busque essa mesma tutela, mas sem agressão, sem violência, pois diz a nossa Constituição que "todos são iguais perante a lei". E quando se diz TODOS, isso engloba todas as minorias, inclusive a dos homossexuais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
____________________________________________________________