_____________________________________Adicione aos favoritos _______________________________________________________________________ Clique aqui ! . . . . . . . . . . . . . .

Você precisa de alguém... será?

Por @_mulherde40 .

"Olá,
Tenho 25 anos, sou estudante. Adoro seu blog, me indentifico demais com as situações que você descreve, e agora recorro a você por não conseguir chegar a conclusão nenhuma.
Há uns quatro anos comecei a trabalhar em uma empresa junto com um rapaz. Conversávamos, surgiu um interesse mútuo, porém ele tinha uma namorada, e eu estava namorando também - um cara que não queria assumir o namoro. Eu me sujeitava a isso porque perdi a virgindade com ele e estava completamente apaixonada. No entanto, acabei dando uns beijos no tal colega. Passou um tempo, saímos da empresa, mas mantivemos o contato, e dessa vez ele queria sexo. Eu ficava naquela de não querer 'dar' para outro homem e enrolava com desculpas."
Mulher de 40 - Bobagem... depois que a gente dá para um, o resto é só lucro... desculpe a frieza, mas passei exatamente pela mesma fase...
"Foi então que meu 'namorado' pediu um tempo, por causa de outra. Sofri o inferno, descobri que tinha sido traída, chorei, corri atrás dele, ligava, me humilhava, até que consegui voltar com ele. Ele, comovido com o fato de eu ter passado por cima de tudo (principalmente do meu amor próprio, hoje consigo ver isso), resolveu deixar de ser galinha e assumir o namoro.

0 comentários:

Postar um comentário

 
____________________________________________________________