_____________________________________Adicione aos favoritos _______________________________________________________________________ Clique aqui ! . . . . . . . . . . . . . .

Antidepressivos: por quê?

Por @_mulherde40 .

Tenho uma "saga" com depressão, síndrome do pânico, transtorno de humor e antidepressivos desde os 20 anos, quando comecei a sofrer de insônia. Evitei muito tempo tomar remédios, achava horrível apelar para isso. Um dia, não aguentei mais e cedi. Meu ginecologista decidiu me receitar fluoxetina, o famoso Prozac.
Talvez por uma tendência genética, somada a uma afinidade pela solidão, eu tenha desde então alternado minha vida entre bons e maus momentos. E entre "tomando" e "fugindo" dos comprimidos. Tive até depressão gestacional, mal que, só descobri hoje, assola cerca de 30% das gestantes. Depois da primeira crise de pânico, já experimentei de tudo um pouco, acho que fui cobaia de um psiquiatra mais louco que seus pacientes.

0 comentários:

Postar um comentário

 
____________________________________________________________